Uma década de bons negócios

Sucesso absoluto. Este é o resultado de mais uma edição da Movelnorte - Feira de Móveis realizada no Centro de Convenções de Imperatriz (MA). De 23 a 26 de agosto, lojistas do Maranhão, Tocantins, Pará, Piauí, e também do Amapá e de Goiás, visitaram a 6ª edição do evento em busca de novidades e bons negócios. E o que não faltou foi novidade. “Posso dizer que esta é a melhor edição da Movelnorte entre todas. A feira está muito organizada, bonita e os expositores buscaram inovar nos produtos apresentados, principalmente em relação às cores”, conta Antonio Sampaio, tradicional lojista maranhense, com 40 lojas no estado.

Movimento do comércio atinge número positivo

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 0,2% na avaliação acumulada em 12 meses (dezembro de 2016 até novembro de 2017 frente ao mesmo período do ano anterior), de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC.
Após dois anos de retração, desde novembro de 2016 o indicador do comércio vem gradualmente se recuperando, atingindo o primeiro número positivo desde junho de 2015 quando observado na aferição acumulada em 12 meses.

Especialistas falam da importância da pesquisa de mercado para marcenarias

Consultora do Sebrae e coordenara da Universidade Positivo explicam o porquê e como o marceneiro deve planejar e conduzir essa ferramenta de gestão

A pesquisa de mercado para marcenarias faz parte do planejamento estratégico do empreendimento. Por meio dela, são coletadas informações que embasarão as tomadas de decisões. Para os marceneiros, fazer uso dessa prática evita que as ações sejam pautadas, unicamente, na experiência e sorte. O que reduz significantemente a probabilidade de falhas e aumenta a chance de sucesso. Essa ferramenta pode ser usada, por exemplo, para nortear o ingresso em um novo nicho de mercado, investir em um novo produto, mudar a marcenaria para outro ponto, etc.

 

“O brasileiro tem a característica de ser ‘superempreendedor’, mas tem o costume de fazer tudo sem pesquisa e planejamento. A consequência disso é que a maioria das empresas acabam falindo”, expõe a consultora de marketing e vendas do Sebrae, Beatriz Cristina Micheletto.

Além de reduzir falhas, a pesquisa de mercado para marcenarias serve com diferencial competitivo. A coordenadora executiva do curso de arquitetura e urbanismo da Universidade Positivo, Fernanda Bertoli Stival, salienta que essa estratégia é fundamental para definir o mercado de atuação, nicho de trabalho e desejos do consumidor. “Não sabendo o que o cliente quer o marceneiro acaba perdendo mercado para os concorrentes”, alerta Fernanda.

Mãos à obra

Há diversas formas de se fazer uma pesquisa de mercado para marcenarias. O que definirá a metodologia mais eficiente é o objetivo da mesma. Para melhorar um serviço o marceneiro pode desenvolver um formulário e distribuir aos clientes, a fim de captar um feedback. Se o objetivo for criar um diferencial competitivo, pode sondar a concorrência por meio de um cliente oculto.

Quanto às perguntas, essas devem conter questões de natureza quantitativa e qualitativas. As primeiras seriam idade, renda, quanto paga por um móvel, metragem da residência, quantos móveis costuma comprar por determinado período. Já as qualitativas são informações subjetivas e de comportamento, estilos de móveis, perfil de compra, etc.

 

“Não se deve fazer muitas perguntas fechadas (sim ou não) e não elaborar um questionário muito longo. Depois, o indicado é fazer um pré-teste e, no final, dar as respostas para uma pessoa de fora analisar. Isso ajuda a ter uma visão menos tendenciosa”, declara Beatriz.

Ela alega que um erro é dar somente para os amigos e familiares responder a pesquisa. “Eles não representam o perfil do comprador do produto, assim o resultado fica comprometido”, diz a consultora do Sebrae. Fernanda acrescenta que fazer buscas na internet e com clientes antigos é uma forma simples e eficaz de conduzir levantamentos.

Visão estratégica

 

Continuando, tão importante quanto realizar essa sondagem é saber interpretar os resultados. “Feita a análise de concorrência é hora de oferecer aos clientes um diferencial, mostrar a vantagem e superar a concorrência. Observar que sempre é possível ser melhor ou então se igualar a eles. Se o nível tecnológico for o mesmo, supere na qualidade do atendimento, se não conseguir se igualar tecnologicamente, tente agregar valores ou repensar o preço final”, finaliza Fernanda.

“Mesmo que o marceneiro não faça a melhor pesquisa do mundo, eu diria que o pior é não fazer pesquisa nenhuma”, complementa Beatriz. Atualmente, existem diversos sites e empresas que oferecem serviços de pesquisas de mercado. Plataformas como o Google Formulários (gratuita) e SurveyMonkey (gratuita e paga) são ótimas dicas para montar formulários online, que podem ser compartilhados nas redes sociais.

Passo a passo da pesquisa de mercado para marcenarias

1° Objetivo: Defina o que precisa descobrir por meio da pesquisa. Ex: potencial de mercado para um tipo de móvel, nichos que demandam móveis sob medida, perfil do consumidor, tendências em mobiliário

2° Metodologia: Estipule qual a melhor forma de coletar os dados e informações necessárias para chegar ao seu objetivo: pesquisa presencial ou online, quantas e quais perguntas fará

3° Pré-teste: Antes de aplicar a pesquisa, faça um teste com um grupo menor, a fim de identificar possíveis erros e melhorias

4° Mãos à obra: Defina o perfil e tamanho do grupo do público-alvo ideal para a sua pesquisa, depois a distribua. Se for online, procure grupos e peça para compartilhar o formulário

5° Tabulação: Faça a média dos dados quantitativos e registre em uma planilha ou gráfico para análise. Para as questões qualitativas, estude as respostas em conjunto com pessoas de fora, que tendem a ser menos tendenciosos

6° Conclusão: Com base na análise dos dados e informações embase a sua tomada de decisão

 

Fonte: emobile